O que é Discalculia ?

Entenda mais sobre a Discalculia
Dificuldade de aprender matemática pode ser um distúrbio

   Para muitos, sinais de “mais”, “menos”, “maior”, podem parecer um bicho de sete cabeças. Porém, muitas vezes, o problema não está na criança, mas
nos professores ou na metodologia da escola que não se adapta ao aluno. Estudos mostram que o desenvolvimento da criança em termos quantitativos é adquirido gradativamente, mas em alguns casos, a dificuldade pode ser apenas da pessoa, tratando-se de um transtorno conhecido como discalculia, e não comodismo ou preguiça como alguns podem pensar. A discalculia é causada por má formação neurológica, provocando dificuldade em aprender tudo o que está relacionado a números como: operações matemáticas; dificuldade em entender os conceitos e a aplicação da matemática; seguir sequências; classificar números… É importante esclarecer que, a discalculia não é causada por má escolarização, deficiência mental, déficits visuais ou auditivos ou qualquer ligação com níveis de QI.

A matemática é uma ferramenta essencial em nossas vidas, por isso a importância de diagnosticar a discalculia nos primeiros anos de vida. Quando não reconhecido a tempo, pode dificultar o desenvolvimento da criança, resultando no medo, comportamentos inadequados, agressividade, apatia e até o desinteresse. Existem seis subtipos para a Discalculia.

 Verbal: resistência em nomear números, termos e símbolos;
 Léxica: problemas para ler os símbolos matemáticos;
 Practognóstica: dificuldade para enumerar, comparar e/ou manipular objetos ou imagens matemáticas;
 Gráfica: dificuldade em escrever símbolos matemáticos;
 Operacional: resistência para executar operações e cálculo numéricos;
 Ideognóstica: dificuldade para mentalizar as operações e para compreender os conceitos matemáticos.

Para o professor diagnosticar a discalculia em seu aluno, é fundamental observar a trajetória da aprendizagem dele. Ficar atento se, com frequência, os símbolos são escritos incorretamente, se há incapacidade em operar com quantidades numéricas, se não reconhece os sinais das operações. Dificuldade na leitura dos números e em mentalizar as contas também são sinais da dislexia. É importante que o professor realize atividades específicas, sem isolá-lo do restante da turma. É regressivo ao tratamento de discalculia ressaltar as dificuldades, diferenciando o aluno dos demais colegas; mostrar-se impaciente, interromper ou tentar adivinhar o que a criança quer dizer; corrigir o aluno frequentemente diante da turma; ignorá-lo; forçá-lo a fazer as lições quando nervoso por não ter conseguido. Uma dica é propor jogos em sala e usar situações concretas nos problemas matemáticos.

     O psicopedagogo é indicado ao tratamento da discalculia, que deve ser feito em parceria com a escola e com os familiares. Esse profissional ajuda com relação à autoestima e valoriza as atividades realizadas. Também vai descobrir o processo de aprendizagem da criança através de instrumentos que irão ajudá-la no entendimento. Os jogos ajudam com as habilidades psicomotoras e espaciais, na contagem…
Já um neurologista irá confirmar, através de exames, a dificuldade específica do paciente, e encaminhá-lo para o tratamento ideal. É importante detectar as áreas do cérebro afetadas. A maioria das crianças pode não gostar de contas, achar chata e difícil. Mas é importante diferenciar a inadaptação do aluno ao ensino da escola, ou ao professor, do distúrbio que provoca dificuldade com os números. Caso a pessoa esteja se desenvolvendo normalmente em outras disciplinas, procure um especialista que possa tirar a dúvida e, dependendo, começar o tratamento, pois, quanto antes for descoberto, menor o prejuízo para a criança e melhor ela se adaptará com as questões do cotidiano, relacionamento, autoconfiança, poder de decisão…

Clique aqui e baixe dicas sobre “A SÉRIE: Os Principais Transtornos da Aprendizagem”.

Caso precise de uma equipe interdisciplinar para fazer um diagnóstico, entre em contato com o Centro Psicopedagógico Apoio. Nós atuamos com excelência na prevenção das dificuldades de aprendizagem, a partir de um enfoque transdiciplinar. Realizamos atendimento psicológico, psicopedagógico, psicanalítico e fonoaudiológico.

e-mail : contato@centropsicopedagogicoapoio.com.br
Fones: (21) 2267-3891; (21) 3259-8660; (21) 98589-7775
Endereço: Av. Nossa Senhora de Copacabana 1072/ 406 – Copacabana – Ao lado do Metrô Cantagalo.

Por Anne Mascarenhas

Jornalista

Confira mais entrevistas:

PSICÓLOGA FALA SOBRE O TERROR NOTURNO

TUDO SOBRE DISGRAFIA

MANUELA BOUSQUET EXPLICA TUDO SOBRE PSICOPEDAGOGIA

SAIBA MAIS SOBRE DISORTOGRAFIA

FONOAUDIÓLOGA FALA SOBRE A PSICOMOTRICIDADE

Veja mais:

O que é a Psicopedagogia ?

O que faz o Psicopedagogo ?

Onde atua o Psicopedagogo ?

Como é o atendimento psicopedagógico clínico ?

Como ocorre a intervenção psicopedagógica ?

O que é Dislexia ?

Dislexia tem cura ?

Qual o tratamento para Dislexia ?

Existe exercícios para a Dislexia ?

Quais os principais sintomas da Dislexia ?

Como saber se seu filho é disléxico ?

O que é TDA/H ? Transtorno Do Déficit De Atenção e Hiperatividade

Como Agir Com Crianças Hiperativas e Desatentas na Escola

A hiperatividade está associada ao déficit de atenção?

Existe teste para TDA/H ?

Qual o melhor remédio para o TDA/H ?

Quem precisa de Ritalina ?

A Ritalina faz mal a saúde ?

Como saber se a criança é hiperativa ?

Existe teste para déficit de atenção ?

O que é distúrbio do déficit de atenção ( DDA) ?

Quais as principais dificuldades de aprendizagem ?

O que é Dislalia ?

O que é Disortografia ?

 

Google+

&nbsp&nbsp &nbsp&nbsp
Ver. 1.3

Os comentários estão encerrados.